segunda-feira, 19 de dezembro de 2011
Todo concursando sabe que para trilhar o caminho para a aprovação é necessário, sobretudo, disciplina e organização e o ponto de partida é elaborar um quadro de horário, que é uma ferramenta que considero indispensável à conciliação entre o nosso estudo e as demais ocupações e necessidades diárias.

Ao montar seu próprio quadro, devem ser levados em consideração alguns fatores:


(i) para se obter um bom desempenho e manter a concentração é de extrema importância a garantia de 08 horas ininterruptas de sono. Se repousamos por tempo insuficiente, o nosso organismo não recupera as energias necessárias para as atividades do dia seguinte. Por outro lado, se exageramos nas horas de sono, a experiência mostra que ficamos mais cansados e desanimados ao despertar.

(ii) é preciso se alimentar adequadamente, pois quando deixamos de nos alimentar a cada 03 horas, a energia que poderíamos estar utilizando para estudar será utilizada para manter o nosso corpo em funcionamento. Resumindo, a falta de nutrientes prejudica nossas funções vitais, comprometendo também o desempenho cerebral.

(iii) é importante reservar um horário na agenda para cuidar da saúde e do corpo, bem como para desfrutar de momentos de lazer com a família, amigos, amores ou até mesmo sozinho. Lembre-se que ter momentos de relaxamento e descontração ajuda a manter o equilíbrio e um psíquico saudável, o que influencia indiretamente na concentração e memorização, já que quem vive estressado acaba não conseguindo manter o foco, pois perde todo o tempo com pensamentos negativos.

Deste modo, partindo da premissa de que devemos dispor de um horário para as atividades de cada setor da vida, podemos montar o quadro de acordo com as peculiaridades de cada um. Se sua jornada de trabalho é de 08 horas diárias, por exemplo, você terá que dividir o restante do tempo entre alimentação, exercício, estudos, lazer e repouso, ao passo em que quem se dedica exclusivamente aos concursos terá muito mais tempo disponível para distribuir entre estas mesmas atividades.

Atenção: quem trabalha não precisa se desesperar, porque, conforme ensinado por William Douglas, não é o tempo que você passa em frente aos livros que define o quanto você realmente estudou, o que importa de verdade é a qualidade do seu estudo naquele tempo em que estiver se dedicando a ele, ainda que seja curto (mas isso será matéria de uma postagem futura).

Bom, passando à parte prática, existem diversos tipos de quadro de horário: semanais, mensais, trimestrais e estáticos (de longo prazo, sem período definido). Como li o livro Como Passar em Provas e Concursos do juiz federal William Douglas (“o guru dos concursos”) e gostei muito, adotei o modelo de quadro de horários da obra, que também está disponível para cópia no site do autor (clique aqui).

O procurador federal e professor da Rede LFG Marcelo Novelino também disponibilizou em seu site pessoal como material complementar um modelo de quadro de horário (clique aqui), porém se trata de um tipo mais elaborado, pois ele sugere que para cada dia do mês sejam estudadas disciplinas diferentes, ao passo em que o modelo do William Douglas é separado por dias da semana (segunda a domingo).

Segue abaixo o quadro do William Douglas preenchido conforme as minhas necessidades como inspiração para outros concursandos montarem seus respectivos quadros.

*clique no quadro para ver a imagem ampliada!

Obs.1: tomando por base leituras de livros sobre dicas de concursos e orientações dos meus ex-professores de cursinho, resolvi estudar da seguinte maneira:


- doutrina e caderno de duas disciplinas diariamente, sendo a cada uma dedicadas 02 horas de leitura, pois conforme estudos, após 02 horas estudando seguidamente, a capacidade de apreensão diminui muito. Assim, a cada 02 horas de estudo, faço uma pausa de, no mínimo, 15 minutos.

- após cada disciplina, reservei 01 hora para exercício de fixação e elaboração de dissertações sobre os pontos mais relevantes estudados.

- como é indispensável a leitura da lei seca, todos os dias leio 02 diplomas legais por 01 hora cada, sendo que tais leis não correspondem às matérias teóricas estudadas no dia.

- Uma vez por semana, dedico 01 hora à leitura de informativos da jurisprudência e 01 hora a leitura extra (obras literárias, revistas de moda, blogs, etc.).

- Às sextas-feiras reservei 02 horas para releitura dos resumos e esquemas que elaborei enquanto estudava ao longo da semana, com a finalidade de fixação das matérias e preparação para a retomada dos temas na semana seguinte.

Obs.2: não preenchi as colunas de sábado e domingo, pois o objetivo é que eu me comprometa com o que defini no quadro. Como nos finais de semana nem sempre é possível estudar, devido aos compromissos sociais, optei por não me pressionar e estudar nos horários em que eu realmente estiver livre durante o final de semana.

Obs.3: meus horários de academia e alimentação foram programados conforme orientação da minha nutricionista.

Obs.4: é interessante preencher o quadro a lápis, pois, caso você veja que não está se adaptando aos horários, o quadro poderá ser facilmente alterado e sem gastar tanto papel.

Espero que tenha ajudado e boa sorte na montagem do seu quadro de horário!

1 comentários:

Stéfany Daniela Guedes disse...

Nossa estou amando seu blog(estou cursando direito e também estudante para concursos) olhei um comentário seu no blog da Thássia Neves e achei interessante o nome do seu blog e decidi entrar, mais interessante ainda quando olhei o slogan do blog (o universo jurídico feminino) super me identifiquei, e fiquei mais feliz ainda quando olhei posts de questões de concursos.....Pode ter certeza que agora sou fã numero 1 do blog e frequentadora assídua!

Sobre Mim

Minha foto
Marina Fraga
Marina, 27 anos, advogada, especialista em Direito Ambiental. Adoro escrever matérias jurídicas, descobrir macetes para concursos e participar de debates que versam sobre Direito. Pretendo, por meio do Blog Law Tips, compartilhar com vocês um pouquinho do produto dos meus estudos e pesquisas!
Visualizar meu perfil completo